Quiche
10 de janeiro de 2018
Resenha do Livro: Pequenas Grandes Mentiras, de Liane Moriarty
12 de janeiro de 2018

Porque o meu joelho raspa?

Já sentiu o joelho raspando, estalando ou arranhando? Enfim, há diversas formas das pessoas identificarem esse barulho que a articulação do joelho produz quando caminha, durante um agachamento, descendo ou subindo escadas.

Estalos esporádicos na articulação dos joelhos podem ser normais, porém rangidos ou sensação de que estão raspando não são. Isso sinaliza algum problema na cartilagem articular que recobre a patela, o fêmur e a tíbia. Essa cartilagem é formada de água, proteínas e colágeno. Sua função é melhorar o deslizamento dos ossos, sem provocar atritos e permitindo a movimentação sem dor ou barulho. Outra função da cartilagem é suportar e distribuir possíveis pressões dentro da articulação.

Sendo assim, o que causa a raspagem é uma possível lesão de cartilagem da patela, conhecida como Condropatia ou condromalácia, nome que assusta e que é bem comum de encontrar nos exames de ressonância magnética. Esse barulho também pode ocorrer por traumas, alterações estruturais do próprio indivíduo, desgaste nos meniscos, inflamação nos joelhos, frouxidão dos ligamentos ou sobrecarga gerada pelo excesso de peso ou uso (overuse).

Universo-Jatoba-joelho2

Mas, o que leva a pessoa a procurar um médico não é o barulho. Com ele, é possível viver normalmente sem alterar a qualidade de vida ou as atividades diárias. O grande limitador desse problema é quando inicia o processo doloroso do desgaste e a articulação já está mais comprometida. Então, é necessário iniciar o tratamento medicamentoso. Naturalmente por causa da estrutura corporal da mulher, é ela que sofre mais com problemas de joelhos, pois apresenta uma alteração no eixo dos membros inferiores, causada por um quadril mais largo. Isso leva à aproximação dos joelhos como se fosse a letra X, conhecido como joelhos valgos e o desalinhamento da articulação, tanto do joelho quanto do tornozelo e do próprio quadril.

Os barulhos nessa articulação não são normais. Por isso, quando começarem, procure um especialista para diagnosticar o problema. A cicatrização articular é muito lenta e em idosos ela quase não ocorre. O tratamento precoce evita que a pessoa tenha dores e que necessite de medicamentos e, em casos extremos, até de cirurgia.

Para prevenir, evite o sobrepeso, pois o joelho é uma articulação de carga e o peso excessivo aumenta o uso e o desgaste. Também é interessante realizar atividade física, de preferência com pouco impacto e bem orientada por um profissional capacitado. É imprescindível realizar o fortalecimento dos músculos dos quadris, joelhos e tornozelos. Mesmo sem dores ou barulhos, é interessante procurar um fisioterapeuta para uma avaliação postural detalhada e orientações quanto à caminhada, atividade física, agachamentos, uso das escadas e os outros movimentos que colocam o joelho em situações de estresse.

Dra. Giana Ramos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *